Uma lição e tanto…

Carlos é amigo meu há uns 18 anos, e sempre foi o cara mais charmoso da turma na escola.
Teve sua primeira namorada, Ana, na época em que ele se parecia muito um certo cantor (blaze of glory…) e isso aguçava ainda mais o desejo das garotas. Mas, foi para ela que ele jurou o seu amor…Após ter pego quase todas as amigas dela.
Passado um ano, Ana descobriu uma das várias puladas de cerca que Carlos deu. Ela sofreu muito e, mesmo assim, decidiu continuar com ele no intuito de fazer o mesmo. Porém, ao ver o sofrimento de Ana, Carlos havia decidido não mais traí-la.
Ele resistiu a todas as tentações, já que havia decidido levar seu relacionamento a sério, já ela fingia acreditar,pois, tinha certeza de que ele continuava a traí-la.
Ela foi viajar e conheceu meia dúzia de garotos durante a viagem e, com a meia dúzia ela saiu durante a semana. No oitavo dia ela voltou e procurou Carlos para conversar. Ele estava chateado e, logo quando ela chegou, ele a abraçou, mas não disse nada.
Ela ficou feliz em vê-lo naquela condição, achando que estava assim por conta da sua viagem. Ela acreditava que ele estava com medo de perdê-la mas, não era isso.
Carlos descobrira que não a amava. E já havia completado um ano e meio de namoro, e também não entendia porque não conseguia mais ficar com outra pessoa. Por outro lado, Ana continuava a sair com outros caras. Estava feliz em ver seu namorado em casa, quietinho, sem ciúmes e “comendo em sua mão”. Ela realmente acreditava nisso.
Em uma noite, com a cabeça em seu travesseiro, Ana se perguntou se ainda amava Carlos, e então, se arrependeu de tudo o que fizera até ali. Pois é, Ana ainda o amava.
Agora ela estava decidida a não sair com outros caras mas, ainda sofria ao perceber a tristeza de Carlos, achando que os seus sumiços eram o motivo.
Um dia ele saiu de casa decidido a terminar o namoro e, foi sincero ao dizer que não a amava. Ela chorou, pediu perdão e ele não entendeu o porque deste pedido.
Aos prantos, Ana confessou as traições e o culpou por tudo o que ela fez, mas insistiu pra ele ficar com ela, já que estariam, supostamente, iguais nas condições de traídos e traidores.
Ele a olhou fixamente, sem gestos ou palavras a esboçar.
Após dois anos de sua separação e sem vê-lo, Ana encontrou uma das amigas de Carlos, Nina. Justamente a que ela menos gostava mas, decidiu conversar por curiosidade de saber como ele estava. E soube. Soube que após um ano de namoro com ela, Carlos já havia se apaixonado por outra pessoa, e que esta o desprezou por  ele ter uma namorada, e que este desprezo o despertou ao que conhecemos como respeito e fidelidade. E foi isso o que aconteceu.
Carlos passou a respeitar e a ser fiel ao amor de Ana por ele. Porém, por amor a esta outra pessoa, ele se tornou digno e honroso. Essa pessoa de fato mudou sua cabeça e, enquanto não tivesse coragem de terminar com Ana de forma honroso e digna, ele não poderia viver esse amor mas, após Ana confessar suas traições, Carlos se viu livre para viver o que vinha guardando há tempos. E assim partiu.
Ao terminar esta história, Ana perguntou a Nina quem era essa pessoa por quem Carlos havia se apaixonado de forma tão sincera e pura. Neste momento Carlos apareceu de carro e, sem perceber que era Ana conversando com Nina ele disse:
“Amor, vamos embora ou iremos nos atrasar para nosso compromisso”.
Nina se despediu de Ana e lhe desejou sorte na busca de um novo amor e pediu que não se sentisse diminuída com o que via. Afinal, o amor nasce onde menos se espera e por quem tem valores a somar.  Sejam Felizes…

Post navigation

  2 comments for “Uma lição e tanto…

  1. 23 de fevereiro de 2012 at 21:24

    Gostei muito desse site!

    • Violet Lility
      25 de abril de 2012 at 0:03

      Obrigado. Espero que visite mais vezes. bjus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *