Para pensar…

Diante de todas as nossas dificuldades, devemos ao menos tentar manter a positividade de nossos pensamentos. Em conversa com D. Maria das Graças, percebi o quanto podemos ser lindos. Não falo de atributos físicos, não. Falo do amor e respeito pelo próximo. Nessa conversa com a vózinha, enxerguei as minhas dificuldades de canalizar alguns sentimentos. A canalização deve ser feita de forma consciente. Permitindo a expansão da consciência, dos sentimentos, dos pensamentos e da nossa vontade. Tenho aprendido isso ( meio que na marra ) dia após dia dessa minha caminhada em busca de paz, amor e sabedoria. Principalmente da sabedoria espiritual. Essa, diga-se de passagem, a mais complexa.  Temos dificuldade de lidar com o colega, mas, será que tentamos entendê-lo ? Ou ao menos tentamos aceitar que ele é diferente de nós ? Será que não colocamos a “dificuldade” a frente de tudo e a usamos como desculpa para a não realização na nossa vida ?
Nesta visita dos nossos velhinhos, vi em seus olhos e pude sentir em cada abraço este amor, esta paz e sabedoria que tanto almejo. E eles sofreram, hein. Mas, nunca deixaram de amar e respeitar o próximo. Diante da maldade de seu algoz, eles procuravam servir e ainda cuidar de seus filhos utilizando de todo conhecimento e sem perder a fé enquanto esperavam pelo melhor (Eis a canalização mencionada no início do texto ).
Peça a Deus, diariamente,  para limpar de seu coração o que lhe fere, de seus pensamentos o que não lhe serve e vigiar as suas vontades, para não desejar o que não é teu. Só podemos ter o que for de merecimento. De forma limpa, honesta, leal e sem causar (conscientemente) sofrimentos.

Difícil, né ? Já tentou ?   Hummm… isso faz algumas pessoas refletirem e outras se constrangerem… Relaxe, nem todos tem teto de vidro (ou fragilidade de caráter).


 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *