O que aprendo no dia de hoje ?

É sempre muito difícil expor o que sinto, principalmente em um dia com “tanto significado” como hoje. Então, penso sobre o significado dos meus relacionamentos mais profundos e das ações que faço no dia a dia. Será que estou sendo coerente com as coisas que acredito?
Há muito tempo venho evitando tecer julgamentos e críticas, tenho segurado minha língua e ponderado meus pensamentos por respeito aos sentimentos das pessoas, que sei que estão suscetíveis e poderiam me compreender mal. Sendo assim, observo mais e acabo entendendo melhor as necessidades e carências dos outros… e o que faço com as minhas ? Ah… não sei.
Ontem escrevi a uma pessoa especial :

“Hoje me sinto um pouco agitada, meio por já saber como será o amanhã, mas estou bem (também na medida do possível, rs). Me sinto bem disposta  e confiante. Sinto que algumas parcerias tem me trazido de volta a esperança do futuro (profundo !) e é isso que quero compartilhar com você nesta manhã… A certeza de que a minha parceria pode ser pra você uma p%t@ esperança “num” futuro.“

Eu muito me atrapalhei em relações afetivas no passado e isso criou um bloqueio, um muro, como um forte ao meu redor, ao redor do meu coração. Tem certas coisas e sentimentos em que não acredito mais, e outros, que mantenho a sete chaves, bem protegidos. Esta proteção eu tento, de acordo com o permitido, dar as pessoas que quero comigo (Família, filho, amigos e Ele) mas, nem todos percebem. Será que deveriam perceber? Não faço questão, afinal, o importante é que isso preenche algumas lacunas em minha vida. Porém, existem outras, que nunca serão preenchidas…

O que eu aprendo em mais um dia dos namorados sozinha ? Um pouco mais do que já sabia…
Amar é partilhar com seu parceiro aquilo que lhe vai na alma… alcançar a felicidade.

É … acho que estou chegando lá.

 

Cuidando, cuidando, cuidando... até quando ? Não sei.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *